01 junho 2017

PROCON-SP: Pesquisa revela diferença de mais de 1000% no preço de medicamentos

Pesquisa de medicamentos realizada pela Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, encontrou diferenças de preços consideráveis, chegando a até 1.357,95%. Foram pesquisados 67 medicamentos, sendo 34 de referência e 33 genéricos. O levantamento foi feito de 8 a 10 de maio em 15 drogarias, distribuídas pelas cinco regiões do município de São Paulo. Entre os medicamentos genéricos, a maior diferença de preço encontrada foi de 1.357,95% no Paracetamol – 200 mg/ml, gotas 15ml. O maior preço encontrado foi R$ 12,83 e o menor, R$ 0,88. O preço médio encontrado foi de R$ 4,53. Com relação aos medicamentos de referência, a maior variação foi de 378,51% no medicamento Amoxil (Amoxicilina), do fabricante Glaxosmithkline – 500 mg, 21 cápsulas. O maior preço encontrado foi R$ 77,71 e o menor, R$ 16,24. O preço médio do medicamento foi de R$ 57,53. Na comparação entre os preços médios dos genéricos com os de referência, de mesma apresentação, constatou-se que, em média, os medicamentos genéricos são 57,17% mais baratos do que os de referência, o que pode representar uma grande economia para o consumidor. 
Reações: