22 junho 2017

ENCOLHEU: Reconheço que há uma crise política evidente, diz Temer na Noruega

O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira (22) que irá recorrer da decisão em primeira instância da Justiça Federal que rejeitou a queixa-crime por supostas calúnia, difamação e injúria contra Joesley Batista, um dos donos da empresa de carnes JBS. "Reconheço que há uma crise política evidente. Estou tomando providências das mais variadas para defender os aspectos primeiro institucionais da Presidência", disse Temer a jornalistas, no saguão do hotel onde está hospedado em Oslo, na Noruega. "Mas o depois não é secundário, é no mesmo nível: os aspectos morais. O cidadão [Joesley Batista] que faz lá as acusações que faz, eu estou propondo as ações competentes e vou pelo Judiciário", completou. Temer entrou na Justiça para buscar uma condenação criminal de Joesley após entrevista que o empresário concedeu à revista "Época" no último final de semana, na qual o acusa de "comandar uma quadrilha". Questionado sobre a derrota em primeira instância, disse: "Foi recusado, mas haverá recurso. O que o juiz disse é que, se você ofender alguém, isso é liberdade de expressão. Se for assim, meu caro, eu não vou fazer isso com ninguém".
    

CHINA CONTROVERSA: Após boatos de proibição, festival do cachorro começa

Todos os anos, o solstício de verão no hemisfério norte dá início a uma das atrações mais controversas, e para muitos uma das mais cruéis, da China: o festival de carne de cachorro de Yulin. E neste ano, mesmo com boatos de que seria proibido pelas autoridades, o evento começou com muitas filas. O festival, que termina apenas no final deste mês, provavelmente no dia 30, conta com várias barracas e restaurantes onde seus proprietários, matam milhares de cães para o consumo da sua carne. Desde seu início, e cada vez mais nos últimos anos, a manifestação "cultural e gastronômica" recebe inúmeras críticas de ativistas dos direitos dos animais pelo modo como os bichos são tratados. Em jaulas apertadas e sem nenhum tipo de comida, os cachorros esperam por horas até serem mortos pelos açougueiros. Grande parte das vezes, os animais são fervidos em grandes panelas, esfolados ou cortados ao meio enquanto ainda estão vivos.
    

Fim de namoro de Marquezine e Neymar ganha chuva de "memes"

Parece que fãs, seguidores, simpatizantes e "haters" não perdoaram o novo término do relacionamento de Bruna Marquezine e Neymar. Além de estar nos trending topics do Twitter, o casal tem sido alvo de piadas, ironias, gifs e memes. Ao que parece, ninguém leva a sério as muitas brigas do casal, que vive entre idas e vindas. Lembrando que Bruna e Neymar acabaram de voltar de uma viagem romântica para a África do Sul, com direito a companhia do filho do jogador, David Lucca. 
    

PIS/Pasep está disponível para saque até a próxima semana

Quem trabalhou com a carteira assinada em 2015 pode ter direito a receber um dinheiro extra este ano: termina na sexta-feira (30) da semana que vem o prazo para saque do abono salarial dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), relativo ao ano-base 2015. O valor pode chegar a R$ 937, patamar atual do salário-mínimo. Têm direito ao abono os trabalhadores inscritos nos programas há pelo menos cinco anos e que tenham trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2015, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. É necessário ainda que os trabalhadores tenham tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Até 31 de maio, 1,83 milhão de trabalhadores ainda não haviam sacado o abono, o equivalente a 7,56% do total com direito ao saque. Segundo o Ministério do Trabalho, este é o balanço mais recente disponível. Passado o prazo para o saque, os valores não requeridos são destinados ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). 
    

Justiça mantém prisão dos ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Alves

Por maioria, a Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), no Recife, negou, nesta quinta-feira (22), os pedidos de habeas corpus feitos pelos ex-deputados federais Henrique Alves e Eduardo Cunha. Ambos tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça Federal no Rio Grande do Norte, a pedido do MPF naquele estado. Para o MPF, há indícios de que Alves e Cunha praticaram, de forma continuada, os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A decisão pela denegação dos habeas corpus acompanhou os pareceres da Procuradoria Regional da República da 5ª Região, órgão do Ministério Público Federal (MPF) que atua perante o Tribunal. Os ex-deputados federais e ex-presidentes da Câmara dos Deputados são acusados de receber propina para favorecer empresas de construção civil na obra do estádio Arena das Dunas, em Natal (RN). O dinheiro ilegal teria chegado por meio de doações eleitorais oficiais e não oficiais, nos anos de 2012 e 2014, em troca de benefícios em favor de empreiteiras como OAS e Odebrecht.
    

EUA gastam quase US$ 100 mi com 'super' uniformes no Afeganistão

O Pentágono gastou 94 milhões de dólares (por volta de 289 milhões de reais) com uniforme para militares afegãos com camuflagem destinada para territórios florestais, sendo que apenas 2% das terras do país são cobertos por floresta, comunica uma edição americana. "A decisão do Departamento de Defesa de fornecer para as Forças Armadas do Afeganistão os uniformes com tal desenho de camuflagem não se baseou na avaliação de sua utilidade em condições ambientais afegãs", afirma a revista Newsweek, citando uma declaração feita pela Inspeção Especial para Reconstrução do Afeganistão (Special Inspector General for Afghanistan Reconstruction, SIGAR), comissão criada em 2008 para controlar as finanças alocadas na renovação do país. Frisa-se que as autoridades afegãs escolheram a "camuflagem florestal" apenas por seu gosto pessoal.
    

SEM CRISE: Partidos querem aprovar fundo de R$ 3,5 bi para bancar campanhas

Ao todo sete partidos (PMDB, PSDB, DEM, PSB, PP, PR e PSD), com o apoio do PTB que não esteve na reunião no gabinete do presidente interino do PSDB, Tasso Jeiressatti (CE), fecharam um pacto para aprovar, uma mini reforma política que prevê a criação do fundo de financiamento da campanha de 2018. A estimativa inicial de R$ 3,5 bilhões em caixa. De acordo com a reportagem do jornal O Globo, a construção da proposta que deverá ser votada em urgência ainda no primeiro semestre no Senado, ficou a cargo do líder do governo Romero Jucá (PMDB-RR) e deverá ser apresentada já na próxima semana. O fundo, que será constituído só em anos eleitorais, deverá ser composto por uma parte do Orçamento Geral da União e também de emendas parlamentares. Além do fundo de campanha eleitoral para substituir o fim do financiamento privado, os partidos continuarão recebendo as fatias do Fundo Partidário, que é mensal.
    

DESAPARECEU EM CRUZEIRO: Pai relata angústia por sumiço de brasileira

Manoel Sousa, pai de Simone Scheuer Sousa, a brasileira de 35 anos que desapareceu de um navio de cruzeiro na Itália, não consegue encontrar motivos para o sumiço de sua filha. Simone trabalhava na área de limpeza do MSC Musica, mas desapareceu misteriosamente no último domingo (18), quando o transatlântico estava atracado em Veneza, no nordeste italiano. Seus colegas perceberam a ausência na madrugada seguinte, quando o navio já estava em mar aberto, navegando rumo a Brindisi, 700 km ao sul da capital do Vêneto. Há relatos de que Simone teria sumido após um desentendimento com seu chefe e depois de ter terminado um namoro de dois anos com outro colega. Mas, em entrevista à Ansa, Manoel disse não ter conhecimento sobre eventuais ameaças contra a filha. "Não, a gente não ficou sabendo. Teve um bate-boca com o supervisor dela, mas são coisas de serviço", conta o pai, que afirma estar "arrasado", sem encontrar algo que justifique o desaparecimento. "Não tem nada, minha filha tem cabeça", garante.
(Band)
    

SENADO: CCJ aprova que mandato de presidente seja revogado por vontade popular

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (21), uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite a revogação do mandato de presidente da República no caso de pressão popular.  Apelidada de PEC do recall, a proposta do senador Antonio Carlos Valadares (PSB/SE) segue agora para o plenário, onde será discutida e votada em dois turnos. Se aprovado, o texto ainda tem de seguir para a Câmara dos Deputados. Na CCJ, a PEC que permite a revogação do mandato do presidente foi aprovada por unanimidade. De acordo com o texto, será possível revogar o mandato de um presidente da República caso pelo menos 10% dos eleitores que compareceram no último pleito concordarem com isso. Além disso, desse universo de 10% é preciso que estejam presentes 5% dos eleitores referentes a pelo menos 14 unidades da federação, a maioria do total. Ainda segundo o texto, quando houver uma proposta de revogação, ela deverá ser apreciada pela Câmara e pelo Senado , sucessiva e separadamente. Depois disso, para ser aprovada, precisará do voto favorável da maioria absoluta dos membros de cada uma das Casas. Garantida a aprovação, será então convocado referendo popular para ratificar ou rejeitar a medida.
(IG)
    

MINAS: Irmã de Aécio, Andrea Neves deixa presídio e segue para prisão domiciliar

Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), deixou na madrugada desta quinta-feira (22) o Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, e seguiu para prisão domiciliar. Na terça-feira (20), a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu converter a prisão preventiva de Andrea Neves e Frederico Pacheco, respectivamente irmã e primo do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), em prisão domiciliar, com monitoramento com tornozeleira eletrônica. Por 3 votos a 2, os ministros da turma estenderam a Andrea Neves e Frederico Pacheco decisão aplicada a Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zeze Perrella (PMDB-MG). Andrea, Frederico e Mendherson são investigados junto com Aécio por suposta prática de corrupção, organização criminosa e embaraço às investigações. Eles já foram denunciados e estavam na cadeia desde o último dia 18 de maio. Além do recolhimento em casa e do monitoramento eletrônico, ficarão proibidos de manter contato uns com os outros e de ausentar-se do país sem autorização judicial, devendo entregar seus respectivos passaportes.
(G1)
    

BAHIA: Menina de 13 anos é estuprada e diz namorar agressor de 55 anos

Uma menina de 13 anos foi estuprada em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, e um homem de 55 anos é o principal suspeito. Conforme a polícia, Juraci Souza de Oliveira ainda tentou fugir da cidade com a adolescente, mas foi preso em flagrante. Em depoimento nesta terça-feira (20), a vítima disse que "gosta de Juraci e namora com ele". Como ela tem apenas 13 anos, mesmo com consentimento, o "namoro" é considerado crime de estupro. "Sendo menor de 14 anos, é considerado crime de estupro de vulnerável. E é uma pena considerada alta, de oito a 15 anos. Então, de qualquer forma, nos resta a fazer a autuação e cumprir o que diz a lei", explicou o delegado Joaquim Rodrigues ao G1. Detido nesta segunda-feira (19), Oliveira presta depoimento nesta quarta (21). O suspeito nega as acusações. Presidente do Conselho Tutelar de em Luís Eduardo Magalhães, Celma Bento diz que conselheiros acompanham o caso. A polícia informou que a família da vítima alugava um imóvel a Juraci Souza de Oliveira. A suspeita é de que ele aproveitava da dependência financeira da família para abusar da jovem sem ser denunciado.
    

EUA: Trump promete combater a 'tirania do comunismo'

O presidente dos EUA, Donald Trump, prometeu combater a "tirania do comunismo" durante seu discurso perante apoiantes no estado de Iowa, transmitido pelo canal CNN. "A América lutará contra a tirania do comunismo", disse Trump em relação a Cuba. Trump qualificou o reatamento das relações entre Washington e Havana, iniciado pela administração do ex-presidente Barack Obama, como um acordo "completamente unilateral". Segundo ele, "o fato é que o acordo com Cuba é mau", prometendo alcançar um outro "muito melhor".  Ao discursar, Donald Trump criticou de novo seu antecessor e seus apoiantes do Partido Democrata: "Fantástico: Obama firmou um acordo com Cuba, onde milhares de pessoas estão na prisão, e outro com o Irã. E depois disso dizem que Trump é uma pessoa terrível. É incrível!", disse ele. Além disso, Donald Trump mencionou o Acordo de Paris sobre as mudanças climáticas, chamando-o de "catástrofe". De acordo com o presidente, sua concretização "custaria aos EUA bilhões de dólares e milhões de pontos de trabalho, enquanto a China não faria nada".