16 dezembro 2018

BOTUCATU: Rali e turismo 'caseiro' dão visibilidade


Dois tipos de modalidades turísticas e esportivas têm dado visibilidade e se transformado em uma boa opção na divulgação das potencialidades das cidades. A experiência tem partido de Botucatu, mas se estendeu para pelo menos mais quatro cidades. A primeira, ainda é inédita só entre os botucatuenses, fazer turismo na própria cidade, o projeto "Descubra Botucatu", e a segunda é a realização de rali off road com participações de pilotos em etapas nacionais. A experiência adotada há três anos pela Prefeitura de Botucatu de todo mês levar grupo de morador para conhecer os pontos turísticos da cidade já vai para o terceiro ano. Em 2018, foram 14 eventos. A saída é sempre da estação ferroviária em um ônibus fretado pela própria prefeitura. Os convites gratuitos são distribuídos, com antecedência, por ordem de inscrição. Cada uma dessas viagens são 42 lugares. No tour há guias e o trajeto previamente levantado. O botucatuense tem se surpreendido de conhecer locais que nem sabiam que existiam, dos quais a Pedra do Índio, Museu do Café, Museu de Mineralogia e até trilha para Cuesta, região montanhosa que virou cartão postal do município. Mas a ideia de Botucatu divulgar suas potencialidades, as belas montanhas existentes nos seus arredores, viabiliza também competições de carros, motos, utilitários e quadriciclos.  O ex-piloto e campeão na modalidade Henrique Arena é o principal organizador desses eventos na região. "O rali divulga muito a cidade e o potencial turístico, movimenta toda a economia do município e região. Em Botucatu estamos na 14ª edição e já fomos reconhecidos como a melhor prova e organização off road do país", conta Henrique.
(Regional do JCnet)
    

SAMBA DO CRIOULO BRANCO: Funcionários de Flávio repassaram até 99% dos salários


Uma análise na movimentação financeira de Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-assessor do deputado estadual Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio, mostra indícios de que pelo menos uma funcionária pode ter depositado em sua conta o equivalente a quase tudo que recebeu na Casa no período agora sob investigação. Foi esse o caso de Nathalia Melo de Queiroz, filha do ex-servidor que, no período investigado, repassou a ele R$ 97.641,20, hipotético crédito mensal médio de R$ 7.510,86. A quantia equivale a 99% do pagamento líquido da Alerj a Nathalia em janeiro de 2016, segundo a folha salarial do Legislativo fluminense. Como não há dados sobre a movimentação financeira total de Nathalia, não é possível dizer com certeza que o dinheiro teve como origem exclusivamente os pagamentos da Alerj. Os cálculos são por aproximação. Para fazê-los, o jornal O Estado de S. Paulo usou o relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) da Operação Furna da Onça e consultou a folha salarial da Casa. O órgão federal mostrou que no período investigado Nathalia transferiu os R$ 97.641,20 para a conta do assessor de Flávio. A cifra foi dividida pelos treze meses investigados para obter a média mensal, que foi comparada com três valores. Um foi o pagamento líquido recebido em janeiro de 2016 por Nathalia na Alerj: R$ 7.586,31. No confronto com o bruto, R$ 9.835,45, chegou-se a um repasse de 77,14%. Cotejada com a renda usada pelo Coaf, R$ 10.502,00, o porcentual foi de 72,23%.
    

CUIDADOS: Oito dicas para o bem-estar dos idosos no verão


Com a chegada do verão, é preciso ficar atento à hidratação. O alerta é da geriatra Ana Catarina Quadrante. “O corpo dos idosos tem menor reserva de água do que o corpo de pessoas mais jovens. Além disso, seu mecanismo da sede, responsável por controlar o ‘nível de água no organismo’, funciona de forma menos eficiente, fazendo com que sejam mais sujeitos a desidratação”, explica a médica. O clima quente acentua o ressecamento do organismo. Se o corpo não consegue recuperar a água e os sais minerais, podem ocorrer sintomas como mal-estar, tontura, cansaço, sonolência, constipação, aumento dos batimentos cardíacos, dores de cabeça e até consequências mais graves, como infecções, insuficiência renal e quedas. Como incentivo para beber mais água, uma das dicas é aromatizá-la, por exemplo, colocando na jarra hortelã ou frutas, como rodelas e cascas de laranja ou limão. Isso faz com que o sabor fique mais interessante ao paladar dos mais velhos.
Como manter a hidratação
1 – Mesmo que o idoso não tenha sede, incentive a ingestão de líquidos como água, água de coco, sucos naturais a cada duas horas.
2 – O ideal é utilizar copos pequenos e com pouca água, mas várias vezes ao dia.
3 - Ofereça alimentos ricos em líquidos, como frutas aquosas (melancia, melão e laranja), sopas, picolés, gelatinas, entre outros.
4 - Bebidas açucaradas (como refrigerantes e sucos industrializados) não devem substituir a água.
5 - Uma dica é aromatizar a água com hortelã, ervas ou frutas, como rodelas e cascas de laranja ou limão.
6 - A cada oferta de medicação, aumente a quantidade de água no copo. Em vez de dar dois dedinhos, dê meio copo, por exemplo.
7 - Use protetor solar e roupas leves.
8 - Pratique atividade física em locais externos somente nos horários adequados, quando o sol não estiver muito forte.
    

PERNAMBUCO: Trio que vendia carne humana em salgados é condenado


O júri popular condenou na noite deste sábado (15) o trio popularmente conhecido como "Canibais de Garanhuns" por assassinar, esquartejar, consumir e vender carne humana dentro de salgados em 2012 em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. O julgamento ocorreu no Recife. De acordo com o G1, Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, Isabel Cristina Pires da Silveira e Bruna Cristina Oliveira da Silva foram julgados pelos assassinatos Gisele Helena da Silva, de 31 anos, e de Alexandra da Silva Falcão, de 20. O trio vai cumprir pena por duplo homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, com emprego de cruel e impossível a defesa da vítima). Os jurados decidiram que Jorge Beltrão cumprisse pena de 71 anos de prisão. Bruna Cristina foi condenada a 71 anos e 10 meses de reclusão e Isabel Cristina, 68 anos. Em 2014, o trio já havia sido condenado pelo mesmo crime contra a jovem Jéssica Camila da Silva Pereira, 17 anos, de Olinda, no Grande Recife. O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) informou que as penas deste julgamento serão somadas ao tempo de prisão já estabelecido.
    

INCERTEZA: China manda indireta para Brasil e EUA em discurso na COP24


A conclusão do 'livro de regras' do Acordo de Paris durante a COP-24 "mostra o sucesso do multilateralismo, ao combinar os interesses nacionais e internacionais", afirmou Xie Zhenhua, negociador-chefe da China nas COPs do Clima. A afirmação foi feita na plenária de encerramento da conferência, na noite deste sábado (15), em Katowice, na Polônia. A ascensão de governos nacionalistas e de ultradireita era uma das preocupações dos negociadores no início da COP-24, há duas semanas. Além de já não contar com o engajamento dos Estados Unidos desde a eleição de Trump, a conferência começou neste ano com a incerteza sobre a manutenção do compromisso brasileiro. O país havia comunicado no início do mês sua desistência de sediar a próxima edição da COP, por pedido do presidente eleito Jair Bolsonaro. Trump e Bolsonaro têm criticado o sistema multilateral da ONU e privilegiam discursos nacionalistas, invocando a soberania nacional para justificar seus anúncios de saída do Acordo de Paris.
    

NEGOCIAÇÕES: Após investir em energia, chineses miram saneamento básico no Brasil


Grupos chineses planejam dar os primeiros passos no setor de saneamento básico no Brasil, com negociações nos segmentos de água, esgoto e resíduos. Ao menos três empresas estão interessadas em comprar obras paralisadas na área, segundo analistas. "Elas têm buscado concessões de médio porte no primeiro momento. A ideia é tatear o mercado antes de fazer investimentos maiores", diz Daniel Lau, especialista em negócios com a China da KPMG. A estratégia, afirma ele, seguiria o exemplo das empresas de eletricidade ao entrar no país. Elas começaram com ativos menores e hoje têm participação relevante. Desde 2016, companhias chinesas investiram cerca de R$ 90 bilhões no Brasil, principalmente nas áreas de energia elétrica, óleo e gás.
    

PRÓXIMO GOVERNO: Gestão Bolsonaro propõe novo 'toma lá, dá cá'


Antes de encerrar uma discussão acalorada na semana passada, Leonardo Quintão (MDB-MG), um dos principais articuladores políticos do novo governo, puxou Levy Fidélix (PRTB) pelo braço e o conduziu até debaixo de uma árvore. Estavam no estacionamento do prédio que abriga a sede do governo de transição, em Brasília, e se afastaram dos assessores para terminar a conversa reservadamente. Sob gestos enfáticos do presidente da sigla que indicou o vice de Jair Bolsonaro, Quintão pediu calma a Fidélix e disse que as coisas se resolveriam logo para o PRTB. O pai do aerotrem, que tem reclamado publicamente da falta de espaço na nova gestão, é a alegoria perfeita do "toma lá, da cá" inaugurado pelo governo de Jair Bolsonaro. Após escolher 22 ministros ancorados nas chamadas bancadas temáticas do Congresso, o presidente eleito não conseguiu impedir negociações no varejo para indicações ao segundo e terceiro escalões. A estratégia de Onyx e seus aliados é oferecer cargos nos Estados aos deputados avulsos, vendendo a ideia de que, assim, eles se tornarão uma forte liderança regional. O objetivo é criar um canal direto com os parlamentares e tentar fragmentar o poder dos líderes de bancada -até aqui, fundamentais para a governabilidade no presidencialismo de coalizão. Nos últimos dias, o time da futura Casa Civil -formado por deputados do baixo clero que não conseguiram se reeleger para um novo mandato- tem conversado com integrantes de diversas legendas e seduzido, principalmente, nomes do PSD e do PR. Juntas, essas bancadas terão 67 deputados a partir de 2019.
    

OS GENERAIS DE BOLSONARO: Quem são os militares de mais alta patente no círculo do presidente eleito


Ao assumir a presidência da República, em 1º de janeiro de 2019, o ex-capitão do Exército Jair Bolsonaro (PSL) levará ao 1º e 2º escalão do Executivo ao menos oito militares de quatro e três estrelas – os dois níveis mais altos da hierarquia das Forças Armadas brasileiras. O número de oficiais da mais alta patente dentre ministros é o maior desde a redemocratização do país. Até agora, o presidente eleito anunciou os nomes de sete generais do Exército e um almirante da Marina. Em comum, todos são da reserva remunerada e possuem mais de 60 anos, com experiência no comando de unidades militares de grande porte, no Brasil e no exterior. Boa parte – seis deles – são paraquedistas, assim como Bolsonaro, e já ocuparam cargos na administração pública como civis (após passarem para a reserva). Dois deles, ainda na ativa, atuaram em posições como assessores parlamentares da Força à qual pertenciam, possuindo trânsito e capacidade de diálogo com os três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário). Um dos generais, inclusive, chegou a ser candidato a governador nas eleições deste ano, não obtendo êxito. São eles: Antônio Hamilton Martins Mourão (Vice-presidente); Augusto Heleno Ribeiro Pereira (Gabinete de Segurança Institucional); Carlos Alberto dos Santos Cruz (Secretaria de Governo); Fernando Azevedo e Silva (Defesa); Maynard Marques de Santa Rosa (Secretaria de Assuntos Estratégicos); Floriano Peixoto Vieira Neto (Secretaria-Geral da Presidência); Guilherme Theophilo (Secretaria Nacional de Segurança Pública); e Almirante Bento Costa Lima Leite (Minas e Energia).

    

15 dezembro 2018

COMBUSTÍVEL: Petrobras eleva em 2,04% preço médio da gasolina nas refinarias


Petrobras anunciou alta de 2,04% no preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias, válido para sábado, dia 15, para R$ 1,6202. Em 6 de setembro, a diretoria da companhia anunciou que, além dos reajustes diários da gasolina, terá a opção de utilizar um mecanismo de proteção (hedge) complementar.
    

SORTEIO: Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 42 milhões neste sábado


O concurso 2.107 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 42 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (15) em Criciúma (SC). As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50. A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.
    

FIM DA TRÉGUA: Integrantes do PSL voltam a se atacar nas redes sociais


A trégua estabelecida por integrantes do PSL, após o presidente eleito Jair Bolsonaro ter pedido para que os membros do partido parassem de brigar em público, durou menos de 48h. Desta vez, o futuro ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (MG), foi acusado pelo deputado eleito Alexandre Frota (SP), de abrigar um lobista da a indústria de medicamentos na equipe de transição para o governo de Bolsonaro. De acordo com a "Folha de S. Paulo", Frota atacou Marcelo Antônio na última quinta-feira (13), um dia após o pedido de moderação feito por Bolsonaro. O futuro ministro Marcelo Antônio respondeu o companheiro de partido nas redes sociais. 'Nada mais desleal com um colega do que tratar questões tão sérias como essa via redes sociais sem antes consultar ou apurar a veracidade dos fatos', afirmou ele. Em resposta ao colega, também feita nas redes sociais nesta sexta-feira (14), Alexandre Frota afirmou que deve lealdade apenas ao povo e a Bolsonaro.
    

INVESTIGAÇÃO: João de Deus tem que se entregar até as 12h de hoje


A Justiça decretou a prisão preventiva do médium João de Deus nesta sexta-feira (14), mas o líder religioso ainda não foi encontrado. Em entrevista à TV Anhanguera, o delegado-geral da Polícia Civil, André Fernandes disse que ele tem de se entregar até as 12h deste sábado (15). A defesa continua negando o envolvimento dele nos casos de abusos sexuais denunciados por centenas de mulheres ao Ministério Público. A polícia já percorreu mais de 20 endereços à procura de João de Deus, sem êxito. De acordo com o G1, o trabalho de busca será retomado hoje. Nesta sexta, o advogado do médium, Alberto Toron, informou que vai entrar com um pedido de habeas corpus contra a decisão, que considerou "ilegal e injusta". "A impetração do habeas corpus não exclui a apresentação do senhor João de Deus", disse Toron. As denúncias contra João de Deus vieram a público durante o programa Conversa com Bial, da TV Globo, no último sábado. Desde então, mais de 200 mulheres também procuraram as autoridades e a imprensa para denunciar o médium.