11 agosto 2017

REFORMA POLÍTICA: Partidos da oposição formam frente para barrar "distritão"

Partidos da oposição formaram uma frente para lutar contra o "distritão", modelo que prevê que deputados federais, estaduais e vereadores passem a ser eleitos apenas de acordo com a quantidade de votos recebidos, no sistema majoritário. PT, PC do B, PSOL, PR, PRB, PHS, PSD, PSB e PDT criticam o sistema, que sendo aprovado nos plenários da Câmara e do Senado passará a valer já a partir de 2018. Para eles, trata-se de uma manobra para assegurar a reeleição dos atuais deputados federais. As informações são da Folha de S. Paulo. A proposta foi aprovada, no fim da noite de quarta-feira (9), na Comissão Especial da Câmara que analisa a reforma política, com um placar apertado de 17 a 15. No plenário, precisará dos votos de 308, dos 513 parlamentares da Casa. A cúpula do Congresso e os aliados de Temer defendem a proposta, que já foi rejeitada em 2015, quando era defendida pelo ex-deputado Eduardo Cunha.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário