14 agosto 2017

MAIS UMA DO DEPUTADO DA TATUAGEM: Desvio de R$230 mil envolve Wlad

A denúncia do Ministério Público do Pará sobre o desvio de R$ 230 mil destinados a um projeto esportivo de Barcarena, no nordeste paraense, foi destaque no quadro "Cadê o dinheiro que estava aqui?", do programa Fantástico, da TV Globo, na noite deste domingo (13). Segundo a denúncia, o deputado Wladimir Costa (Solidariedade) comandava o esquema. O dinheiro foi destinado ao projeto da ONG Instituto Nossa Senhora de Nazaré de Educação, Esporte e Lazer de Barcarena, dirigida por Ildefonso Augusto Lima Paes, assessor do parlamentar. A reportagem mostrou que Dedé, como Ildefonso é conhecido, servia apenas como testa de ferro para a transação. Em 2012, a ONG conseguiu a verba  do Governo do Estado através da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), para desenvolver um projeto de aulas de canoagem, voltado a jovens na praia do Caripi. O programa, entretanto, mostrou que ninguém na cidade viu as aulas do projeto na praia. E o dinheiro foi depositado na conta da ONG e sacado todo de uma única vez. Na prestação de contas, apresentada pela ONG Instituto Nossa Senhora de Nazaré, através de Gabriel Pereira Paes Júnior, consta um pagamento de R$ 113 mil para empresa Almeida e Esteves S/S LTDA ME. Esta empresa deveria ter fornecido 35 profissionais (15 instrutores, 4 coordenadores e 16 apoiadores), assim como deveria ter coordenado o projeto de canoagem no período de 10 de outubro a 31 de dezembro de 2012.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário