13 agosto 2017

BIÓGRAFA: Jorge Amado subvertia espaço reservado à elite na literatura

Se estivesse vivo, o escritor baiano Jorge Amado completaria 105 anos hoje (10). A fundação que leva o seu nome, em Salvador, completa 30 anos e essa dupla comemoração é lembrada na 1ª Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô), que tem programação aberta para o público a partir de hoje, no Centro Histórico da capital baiana. Entre as mesas de debates mais aguardadas está a da biógrafa de Jorge Amado, a jornalista baiana Josélia Aguiar, que foi curadora da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) 2017. Após seis anos estudando a vida, a obra e os detalhes da história de Jorge Amado, a escritora fala da expectativa a respeito do lançamento da biografia que deve ocorrer até o fim deste ano e destaca que a vida de Amado foi repleta de acontecimentos relevantes.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário