13 julho 2017

RETRATO DO BRASIL: Últimos acontecimentos em Brasília e decisões judiciais agravam crise

Na semana em que a denúncia contra o presidente Michel Temer começar a ser analisada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, e um dia após o Senado aprovar a reforma trabalhista, a condenação de Lula pelo juiz Sérgio Moro movimentou ainda mais o cenário político e econômico do país, que vive uma de suas maiores crises. Como se não bastasse, o Tribunal Regional Federal de Brasília decidiu conceder prisão domiciliar ao ex-ministro Geddel Viera Lima, que estava detido no Complexo Penitenciário da Papuda. Geddel é acusado de pressionar a mulher do doleiro Lucio Funaro a não fazer delação premiada. Já Temer é alvo do Ministério Público Federal por corrupção passiva, o mesmo crime imputado a Lula, que também responde por lavagem de dinheiro. O benefício concedido a Geddel, aliado à condenação de Lula, animou a base do governo no que se refere à denúncia contra Temer. Agora, eles acreditam que o processo poderá ser arquivado.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário