11 julho 2017

MP denuncia médica que se recusou a atender bebê por homicídio doloso

A médica Haydée Marques da Silva, de 66 anos, foi denunciada nesta segunda-feira, 10, pelo Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) por homicídio doloso, com dolo eventual (quando o autor assume o risco de produzir o resultado), pela morte de Breno Rodrigues Duarte da Silva, de 1 ano e meio. Haydée estava de plantão em 8 de junho quando foi chamada para atender o bebê na casa dele, na Barra da Tijuca (zona oeste), mas se recusou a prestar atendimento. A criança, que sofria de doença neurológica e era acompanhado em casa por uma técnica de enfermagem, morreu enquanto aguardava o socorro, depois de aspirar o próprio vômito. Se a Justiça aceitar a denúncia feita pela 7ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal do Rio, Haydée será julgada pelo Tribunal do Júri. O MP-RJ também requereu a suspensão do exercício profissional da médica, com base no Código de Processo Penal. 
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário