05 junho 2017

TRATAMENTO: 4 dicas para ter o máximo de efeito ao aplicar uma máscara facial

Praticidade é tudo, ainda mais para aqueles que buscam resultados potencializados. Por esse motivo, as máscaras faciais ganham cada vez mais adeptos. "Graças às inovações tecnológicas, as máscaras de alto poder oclusivo potencializam o resultado dos mais diversos tratamentos faciais e promovem super-hidratação na pele, muitas vezes oferecendo diversos benefícios anti-idade por aumentar a penetração de um ingrediente que pode estar concentrado", afirma Isabel Piatti, especialista em Estética e Cosmetologia, embaixadora do CIA — Centro e Instituto Internacional de Aprimoramento e Pesquisas Científicas, Membro do Conselho Científico da Academia Brasileira de Estética Científica - ABEC. "E saber aplicar uma máscara faz sua pele extrair deles o máximo de benefícios que ela pode oferecer", acrescenta. Então, siga as dicas:
Prepare sua pele — Todas as máscaras precisam ser aplicadas após higienização; caso contrário, você só estaria empurrando as impurezas de volta para a pele. "Aplique um bom sabonete, esfolie a pele, tonifique e hidrate, de preferência com um produto que seja da mesma linha para ação complementar", explica a especialista.
Aproveite o líquido — Se estamos falando em sheet masks (máscaras de papel ou colágeno e de uso descartável), é bom entender que elas geralmente são embebidas em ingredientes ativos que também estão nas máscaras. "Esse líquido que acompanha a máscara é basicamente uma mina de ouro, pode ser altamente rico em nutrientes rejuvenescedores e permite estender o tratamento para colo, pescoço e até mais áreas do corpo", sugere Isabel.
Fique de olho no tempo — Toda máscara tem um tempo até fazer o efeito a que se propõe. "Respeitar esse período é importante para acalmar a pele, fazer com que ela absorva os ingredientes ativos. Da mesma forma, se passar do tempo, algumas máscaras podem deixar a pele irritada e o rosto vermelho. Portanto, siga as instruções."
Cuidado com a fórmula — Isabel diz que é necessário procurar orientação de um profissional da área de saúde estética. "Muitos produtos utilizam substâncias alergênicas ou não são indicados para o seu tipo de pele. Para não ter erro, prefira máscaras com bases biocompatíveis e sem xenobióticos, como os conservantes parabenos, propilenoglicol, liberadores de formol e óleo mineral".
Reações: