14 junho 2017

CORRETIVO: Legisladores processam Trump por violar Constituição dos EUA

Mais de 190 legisladores democratas abriram processo contra o presidente dos EUA, Donald Trump, no início desta quarta-feira, alegando que ele teria aceitado fundos de governos estrangeiros através de seus negócios sem o consentimento do Congresso, violando a Constituição dos EUA. A denúncia diz que Trump não havia procurado a aprovação do Congresso para nenhum dos pagamentos a seus inúmeros negócios por parte de governos estrangeiros desde que assumiu o cargo em janeiro. A Casa Branca não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários, mas disse que os interesses comerciais de Trump não violam a Constituição. A Organização Trump declarou que vai doar os lucros dos clientes que representam governos estrangeiros para o Tesouro dos EUA, mas não exigirá que esses clientes se identifiquem. Pelo menos 30 senadores e 166 congressistas dos EUA moveram a ação nesta quarta-feira, representando o maior número de legisladores que já processaram um presidente dos EUA. De acordo com o congressista democrata John Conyers, "o Presidente Trump tem conflitos de interesse em ao menos 25 países, e parece que ele está usando sua presidência para maximizar seus lucros".
Reações: