26 maio 2017

PROXIMIDADE: Grupo de Doria dava destaque a 'homem da mala' e donos da JBS

Madrugada do dia 19 de abril de 2017. Cercado sob a mira de câmeras e microfones e já sem o seu mandato parlamentar, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) desembarcou em meio ao turbilhão da gravação de uma conversa entre o presidente da República, Michel Temer, e um dos donos da JBS, Joesley Batista. Porém, não era a primeira vez que os termos Loures e JBS se encontravam. Ambos possuem um elo de convívio comum: o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB). O grupo empresarial LIDE costumava, em seus eventos, dar destaque a Loures. Já a JBS compõe o conglomerado de empresários que respondem por 47% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Aos gritos de “ladrão”, o desembarque de Loures no aeroporto internacional de Guarulhos (SP) esteve bem distante do ambiente requintado que aproveitou em Nova York. Coincidentemente ou não, o peemedebista esteve ao lado de Doria e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em vários eventos na cidade norte-americana. Herdeiro de uma dinastia empresarial do Paraná, Loures era há anos assessor direto e de confiança de Temer, muito antes deste assumir a Presidência da República, há pouco mais de 370 dias.
Reações: