11 maio 2017

Previdência será votada na Câmara no fim de maio, diz líder do governo

O líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), afirmou nesta quarta-feira, 10, que a votação da reforma da Previdência no plenário da Casa começará no fim de maio deste ano. Ele evitou cravar um data, mas disse que o objetivo do governo é concluir os dois turnos da votação antes do feriado de Corpus Christi, em 15 de junho. A votação da reforma na comissão especial foi concluída nessa terça-feira, 9. Pelo regimento interno da Câmara, a proposta só pode ser votada no plenário após um prazo de duas sessões. O governo, porém, só pretende colocar a matéria em votação no plenário quando tiver certeza de que tem pelo menos 330 votos favoráveis, mais do que os 308 mínimos necessários. Responsável por fazer o mapeamento e contagem dos votos, o deputado Beto Mansur (PRB-SP) afirmou que hoje só contabiliza "em torno" de 260 votos favoráveis à reforma. Segundo Mansur, que é vice-líder do governo, esse número deve aumentar quando o PMDB, maior partido da base aliada na Casa, com 64 deputados, fechar questão a favor da proposta.
Reações: