04 maio 2017

DISPENSADO: TRF contraria decisão de Moro sobre Lula

Lula não precisará comparecer aos 87 depoimentos convocados por seus advogados no processo em que é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A decisão é do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre. Os investigadores da Lava Jato investigam se o ex-presidente teve despesas pagas pela Odebrecht, a exemplo da compra de um terreno para o Instituto Lula e do aluguel de um apartamento em São Bernardo do Campo. Segundo informações da Veja, o juiz federal convocado Nivaldo Brunoni alegou, em sua decisão, que cabe ao réu decidir se participará das audiências. “Não parece razoável exigir-se a presença do réu em todas as audiências de oitiva das testemunhas arroladas pela própria defesa, sendo assegurada a sua representação exclusivamente pelos advogados constituídos. O acompanhamento pessoal do réu à audiência das testemunhas é mera faculdade legal”.
Reações: