01 junho 2018

RIO: Empresário é condenado por passar HIV para mulheres de propósito


Um empresário da Barra da Tijuca, na Zona Oeste de Rio, foi condenado a sete anos de prisão por contaminar mulheres com HIV de propósito. Duas mulheres acusaram Renato Peixoto Leal Filho, de 45 anos, de manter relações sexuais sem preservativo com o intuito de transmitir o vírus. A sentença foi dada pela juíza Lúcia Regina Esteves de Magalhães, da 19ª Vara Criminal. "Não restam dúvidas quanto ao dolo do acusado em manter relações sexuais com as vítimas, a fim de lhes transmitir enfermidade incurável, sendo certo que o elemento subjetivo pode ser constatado através do modus operandi utilizado, o qual consistia em conhecer as vítimas através de sites de relacionamentos, seduzir as mesmas por meio de falsa promessa de um relacionamento estável e as atrair ao seu apartamento, onde as surpreendia, abordando-as rispidamente, com elas mantendo relações sexuais de forma extremamente violenta, que incluía a prática de sexo anal, prática que facilita em muito o contágio do vírus, não as informando ser soropositivo", diz a sentença.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário