10 junho 2018

ELEIÇÕES 2018: Alckmin prevê agendas com França, irrita Doria e acumula estresse


A se somar à cobrança que sofre nacionalmente para avançar nas pesquisas de intenção de voto, o pré-candidato a presidente Geraldo Alckmin (PSDB) enfrenta em casa o estresse causado pelo palanque duplo. Pré-candidato a governador de São Paulo, o ex-prefeito João Doria (PSDB) pressiona o presidenciável a percorrer o estado a seu lado, para evitar que o governador Márcio França (PSB) avance sobre votos potencialmente tucanos. Um périplo por cidades do interior havia sido montado para a dupla tucana, mas o presidenciável desistiu. Quando abordado sobre seu envolvimento na campanha de Doria, Alckmin não apenas desconversa, como mantém marcadas as agendas públicas de inaugurações de obras do governo e de estações de Metrô ao lado de França, vice que o sucedeu e busca a reeleição. As datas desses eventos não foram anunciadas, mas precisam ocorrer no próximo mês para estarem em conformidade com a legislação, que proíbe inaugurações de obra pública por candidatos nos três meses anteriores à eleição.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário