28 abril 2018

BOCAINA: Justiça condena ex-prefeito e mais sete por fraude


A Justiça condenou oito pessoas à prisão, entre elas o ex-prefeito de Bocaina (69 quilômetros de Bauru) João Francisco Bertoncello Danieletto, o Kiko Danieletto, em ação por fraude em licitação ocorrida em 2008 para a contratação de empresa responsável por serviço de limpeza pública na cidade. Dois réus foram absolvidos. O advogado do ex-prefeito informou que irá recorrer da sentença. Na denúncia oferecida pelo Ministério Público (MP) em 2013, Danieletto, cinco servidores públicos, três empresários e um produtor rural foram acusados de se associarem de forma criminosa para fraudarem certame com o objetivo de beneficiar apoiador da campanha do então chefe do executivo por meio da contratação de empresa "de fachada" registrada em nome da esposa desse apoiador. O ex-prefeito e os cinco servidores foram condenados a seis anos e seis meses de reclusão e três anos de detenção, em regime inicial fechado, por associação criminosa. A dona da empresa vencedora e o marido dela, o produtor rural, foram condenados a oito anos, quatro meses e 15 dias de reclusão e três anos de detenção, também em regime fechado, por associação criminosa e falsidade ideológica. Os oito réus também foram condenados à perda da função pública, à suspensão dos direitos políticos e à inabilitação para exercício de cargo público pelo prazo de cinco anos.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário