23 setembro 2017

SOLUÇÃO À JATO NO RIO? Ministro diz que favela está 'pacificada', e secretário fala em ocupação por tempo indeterminado

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou em entrevista ao RJTV nesta sexta-feira (22) que, segundo informações do Comando Militar do Leste, a Rocinha estava "pacificada" no início da noite. Ele disse que os militares permaneceriam na comunidade durante "a noite inteira", pelo menos até hoje. O secretário de Segurança, Roberto Sá, declarou que a operação continua "por tempo indeterminado". "Aquele tiroteio que foi observado na parte da manhã já não acontece. As tropas especiais da polícia com o apoio de tropas especiais das forças armadas estão tentando localizar os criminosos que estão na mata ou em algum esconderijo espalhado na própria Rocinha em algum lugar", disse Jungmann. Ele afirmou também que, na medida do necessário, a operação pode até contar com mais homens. A guerra entre os grupos dos traficantes Antônio Bonfim Lopes, o Nem, e Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, que foi intensificada na semana passada, levou a polícia a realizar operações diárias na Rocinha, comunidade com 70 mil habitantes. Desde domingo, todos os dias houve tiroteio. Na manhã desta sexta-feira, novos e mais intensos confrontos levaram o governador Luiz Fernando Pezão a pedir ajuda militar. A autorização foi dada pelo ministro Raul Jungmann.
(G1)
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário