02 agosto 2017

FARSA: Mulher inventa gravidez e falsifica exame para enganar suposto pai

Uma jovem suspeita de inventar gravidez para se vingar do ex-namorado e fazer até falsa festa de 1 ano do "bebê" pode responder criminalmente caso a farsa seja provada judicialmente. O caso aconteceu em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. A polícia já instaurou um inquérito para investigar o ocorrido. Victor Guerino Sedassare, o suposto pai da criança, e Pâmela Ribeiro Serveli mantiveram um relacionamento amoroso por quatro anos. O Ministério Público se pronunciou sobre a situação e alegou que o caso é gravíssimo. Se for provado que a "grávida" teve cúmplices, os envolvidos poderão ser incriminados. Ao G1, o advogado da mulher, Carlos Andreotti, afirmou que a cliente está em tratamento psiquiátrico. Ele ainda ressaltou que os documentos apresentados à Justiça deverão passar por perícia. Um pedido feito por Pâmela à Justiça obrigou o ex a custear as despesas com a gestação. Após o nascimento do bebê, ele afirmou que nunca conseguiu ver a filha, chamada de Laura pela mãe e pelos avós maternos. 
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário