04 agosto 2017

ALIMENTOS GORDUROSOS: Os maiores vilões da saúde do coração

Os verdadeiros vilões da atual sociedade são os alimentos gordurosos aliados ao sedentarismo. Apesar de saborosos, o consumo descontrolado deles pode afetar o bom funcionamento do coração. De acordo com o Ministério da Saúde, há mais de 40 anos, o brasileiro tem mudado para pior a sua alimentação. O consumo de alimentos embutidos e gordurosos como salsicha, frios e linguiça tem aumentado vertiginosamente. Para a instituição, a recomendação é que a gordura represente 30% da nossa alimentação. Desses 30%, apenas 7% pode ser de gordura saturada. O clima faz toda a diferença, em baixas temperaturas, o organismo tende a preferir comidas mais fortes e pesadas, afinal os alimentos gordurosos são fortes aliados no combate ao frio. “Esse processo é involuntário. Isso porque, com a falta de calor, o organismo exige mais energia para se aquecer. Energia esta que em sua maioria se concentra nos alimentos com mais gordura”, explica Dr. Élcio Pires Júnior,cirurgião cardiovascular. As gorduras trans e saturadas elevam a pressão arterial, aumentam o colesterol total e o colesterol ruim (LDL) e reduzem o nível do colesterol bom (HDL), o que compromete o funcionamento de alguns órgãos, principalmente do coração. “É preciso ter cuidado na quantidade de comidas gordurosas ingerida. Em excesso, podem afetar o coração. Para se ter uma ideia, a gordura saturada bloqueia a metabolização do colesterol ruim no fígado e sobra mais colesterol no sangue, o que entope as artérias, podendo causar infarto ou acidente vascular cerebral (AVC)” alerta o Dr. Élcio. O ideal é que a maior parte do consumo de gorduras diário seja de alimentos ricos em gorduras insaturadas, pois elas servem como fonte de energia e auxiliam na absorção de vitaminas e nutrientes em geral. Tais como azeite, peixes, amêndoas, castanhas, nozes, pistaches, azeitonas, abacate, sementes de chia, girassol e linhaça.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário