08 julho 2017

TRANSPARÊNCIA: Governo de São Paulo não detalha compras pessoais para Alckmin

Acessar o Palácio dos Bandeirantes até que é fácil: você informa o RG na entrada e passa por uma catraca, onde o aparelho de raio-x para vistoriar bolsas e mochilas fica desligado, como se o pouco movimento por ali não justificasse a sua operação. Difícil, porém, é encontrar informações detalhadas, com alguma transparência, sobre o que se consome nas dependências do prédio. Isso vale se você é um cidadão curioso por saber como o governador Geraldo Alckmin (PSDB) enche a sua despensa. E, também, se você é um procurador do Ministério Público de Contas de São Paulo. Em março, pela primeira vez, o órgão emitiu parecer negativo ao analisar as contas de abril de 2015 do Bandeirantes.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário