02 julho 2017

Procurado pelo STF, deputado diz que não foi 'intimado porra nenhuma'

O deputado Roberto Góes (PDT-AP) vem se tornando conhecido entre oficiais de Justiça do Supremo Tribunal Federal (STF) pela habilidade em fugir de notificações das dez ações penais que ele acumula no Corte. Em fevereiro deste ano, o parlamentar chegou a dizer que não fora "intimado porra nenhuma" ao responder, por telefone, à ligação de um dos oficiais do tribunal. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o fato é relatado em certidão lavrada por três servidores do STF e anexada aos autos de um dos seis inquéritos contra o deputado. "De todos os investigados e processados perante o Supremo, o deputado é o único que adota uma postura reiterada de não se dispor a receber as comunicações processuais", escreveram os oficiais em certidão no documento.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário