03 julho 2017

PARTIDO: Doria quer Aécio fora da presidência do PSDB

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu nesta segunda-feira, 3, a saída de Aécio Neves da presidência do partido, mas afirmou ser favorável à permanência do tucano mineiro no Senado. Aliado do governador Geraldo Alckmin, Doria também defendeu que prefeitos e governadores façam parte da Executiva do PSDB. "Tenho respeito pelo senador Aécio Neves, mas entendo que, neste momento, o mais adequado para ele é que ele possa se afastar da presidência do PSDB", afirmou Doria, ao entregar a restauração dos Arcos do Jânio, no centro da capital. "Entendo que é melhor para o presidente atual, mas espero que ele se mantenha como senador da República." Desde maio, o senador Tasso Jereissati (CE) assumiu interinamente o comando nacional do partido, quando Aécio Neves se licenciou após divulgação da gravação em que pede R$ 2 milhões a Joesley Batista, da JBS. No mesmo mês, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decretou o afastamento de Aécio das funções parlamentares, mas o tucano foi reconduzido ao Senado por decisão do ministro Marco Aurélio, na última sexta-feira, 30.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário