02 julho 2017

CÂMARA: Aliados não garantem apoio para barrar denúncia contra Temer

A base aliada de Temer na Câmara tem evitado apoiar abertamente o presidente, às vésperas da votação que definirá se a Casa aceita a denúncia criminal da Procuradoria-Geral da República contra o peemedebista. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, apenas 45 parlamentares dizem que votarão contra a denúncia. Entre eles, integrantes da chamada tropa de choque do governo, como os deputados Carlos Marun (PMDB-MS) e Darcísio Perondi (PMDB-RS). Outros 112 parlamentares dizem estar indecisos e 57 não quiseram comentar o assunto. O número de deputados que defendem a continuidade das investigações chega a 130. Entre aqueles que nem mesmo responderam aos pedidos de entrevista, estão 168 parlamentares. Para que a denúncia contra Temer chegue ao Supremo Tribunal Federal (STF), pelo menos 342 deputados devem votar a favor da aceitação da acusação da PGR. Em seguida, o presidente seria afastado por até 180 dias para ser julgado pela Corte. Na última quinta-feira (29), a sessão em que foi feita a leitura da denúncia contra Temer foi esvaziada na Câmara.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário