30 junho 2017

VENEZUELA: Dezenas de estudantes são detidos durante protesto

No dia em que se completam três meses da mais recente onda de protestos contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, a polícia deteve dezenas de jovens que participavam de uma passeata que tentava chegar, nesta quinta-feira (29), à sede do Poder Eleitoral em Caracas. Segundo Alfredo Romero, diretor da ONG Foro Penal, 31 estudantes (a maioria da Universidade Simón Bolívar) foram presos, incluindo dois adolescentes. Os jovens foram detidos dentro de uma agência bancária onde buscavam proteção contra o avanço das forças de segurança, que reprimiam o protesto. Eles foram colocados dentro de um caminhão baú, sem ventilação, e gás lacrimogêneo atirado pelos policiais do lado de fora acabou invadindo o local onde estavam. Os estudantes foram levados para a sede do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional, o Sebin. Segundo o representante do centro estudantil da Universidade Simón Bolívar, os jovens, em princípio, não sofreram agressões. Familiares dos estudantes se dirijam ao local e conseguiram entregar alimentos para eles.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário