23 junho 2017

OSTENTAÇÃO: Longa sobre Edir Macedo tratá conturbada relação do bispo com a Globo

O longa-metragem “Nada a Perder”, primeiro de uma série de três filmes que contarão a saga de Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e proprietário da Record, é marcado pelo termo "ostentação". A superprodução, que tem estreia prevista para o primeiro trimestre de 2018, tem orçamento grandioso, estimado entre R$ 10 milhões e R$ 16 milhões. Inspirado na biografia de mesmo nome, escrita por Douglas Tavolaro (vice-presidente de jornalismo da emissora) traz Petrônio Gontijo como protagonista. O filme contará com cerca de 7 mil figurantes nas gravações que percorrem o país e que já se estenderam para o exterior, mais precisamente Israel. Um dos momentos que exigiu a presença de vários figurantes, segundo o site RD1, foi a reconstituição do encontro de fiéis no estádio do Maracanã, no final dos anos 90, que atraiu cerca de 170 mil pessoas. Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, a conturbada relação do líder religioso com a Globo também deve ser abordada – como as reportagens veiculadas pela emissora contra Macedo e contra a igreja, no “Jornal Nacional” e no “Globo Repórter”.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário