02 junho 2017

Investidores americanos entram com ação coletiva contra a JBS

Está em tramitação, na Corte do Distrito Leste de Nova York, uma ação coletiva aberta por investidores contra a JBS. Os reclamantes, que adquiriram ações entre 2 de junho de 2015 e 19 de maio de 2017, alegam que sofreram prejuízos após a empresa se envolver no escândalo da operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal. O comunicado foi feito pelo escritório de advogacia Vincent Wong, responsável pela ação. Segundo informações do portal G1, o escritório também destaca as "operações suspeitas" feitas no mercado pelos irmãos Joesley e Wesley Batista, antes da divulgação do acordo de delação premiada. "Os comunicados dos réus sobre os negócios, operações e perspectivas da JBS eram concretamente falsos e/ou faltavam fundamentos razoáveis em todos os momentos relevantes", diz um trecho do comunicado. A JBS ainda não se pronunciou sobre o assunto.
Reações: