25 junho 2017

INSEGURANÇA: SP tem maior número de ataques a residências em três anos

O empresário Miguel Antonio dos Santos, de 56 anos, de Sorocaba, interior de São Paulo, ainda não se livrou do trauma causado pelo assalto à mão armada que sofreu em sua casa, com a família, em abril de 2016. Um dos filhos tinha acabado de sair com o carro para o trabalho e o portão automático ainda não tinha fechado, quando os dois ladrões entraram. A mulher, a filha e um empregado foram dominados. "Eu dormia no quarto, quando fui acordado com o cano da arma batendo em minha cabeça." Os bandidos amarraram Santos e vasculharam a casa, recolhendo R$ 1,2 mil em dinheiro, 4 celulares, relógios, TVs e as joias da família. "O bandido ficava engatilhando o revólver, apontando para a cabeça da minha filha." Por fim, jogaram tudo sobre a caminhonete de Santos e também levaram o veículo. A cada hora, pelo menos um lar paulista é invadido. E o número de roubos a residências em 2016 foi o maior em três anos. Só no ano passado aconteceram 10.905 roubos dessa natureza, elevação de 8,5% ante o ano anterior.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário