22 junho 2017

CHINA CONTROVERSA: Após boatos de proibição, festival do cachorro começa

Todos os anos, o solstício de verão no hemisfério norte dá início a uma das atrações mais controversas, e para muitos uma das mais cruéis, da China: o festival de carne de cachorro de Yulin. E neste ano, mesmo com boatos de que seria proibido pelas autoridades, o evento começou com muitas filas. O festival, que termina apenas no final deste mês, provavelmente no dia 30, conta com várias barracas e restaurantes onde seus proprietários, matam milhares de cães para o consumo da sua carne. Desde seu início, e cada vez mais nos últimos anos, a manifestação "cultural e gastronômica" recebe inúmeras críticas de ativistas dos direitos dos animais pelo modo como os bichos são tratados. Em jaulas apertadas e sem nenhum tipo de comida, os cachorros esperam por horas até serem mortos pelos açougueiros. Grande parte das vezes, os animais são fervidos em grandes panelas, esfolados ou cortados ao meio enquanto ainda estão vivos.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário