29 junho 2017

AUSTRÁLIA: 'Número três' do Vaticano é acusado de crimes sexuais

O cardeal australiano George Pell, tesoureiro do Vaticano -o terceiro cargo mais importante na hierarquia da Santa Sé- foi acusado nesta quarta-feira (28) de múltiplos crimes sexuais pela polícia de seu país. Pell, 76, torna-se a mais importante autoridade da Igreja a enfrentar acusações dessa natureza. O vice-comissário da polícia do Estado australiano de Vitória, Shane Patton, disse que a polícia convocou Pell para comparecer perante um tribunal de Melbourne, onde enfrentará múltiplas acusações de "crimes sexuais históricos", cometidos no passado. Pell deverá se apresentar ao tribunal em 18 de julho. O cardeal sempre negou as acusações de abuso feitas contra ele. A arquidiocese de Sidney informou na noite desta quarta-feira (28) que o cardeal retornará à Austrália para poder se defender. "É importante observar que nenhuma das alegações feitas contra o cardeal Pell, obviamente, foi ainda examinada em qualquer tribunal", disse Patton a jornalistas em Melbourne. "O cardeal Pell, como qualquer outro réu, tem direito ao devido processo legal".
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário