07 junho 2017

AREALVA: Na lista de prefeituras envolvidas em golpe para reduzir encargo do INSS

Arealva está na lista das administrações públicas que contrataram um escritório de advocacia de São Paulo acusado pelo Ministério Público de aplicar um golpe nas prefeituras. Os prefeitos achavam que iriam economizar com o recolhimento de INSS para os funcionários, mas agora são alvos da investigação do Grupo de atuação especial de repressão à formação de cartel e à lavagem do dinheiro e de recuperação de ativos. O promotor Marcelo Mendroni denunciou criminalmente o advogado Alécio Castellucci Figueiredo por prestar serviços a prefeituras municipais sem licitação, um procedimento que feriu a lei. A prefeitura pagou pelos serviços entre 2013 e 2014. Na denúncia criminal, a promotoria acusa o advogado de articular um esquema que trouxe prejuízo às atuais administrações. O prefeito de Arealva diz que foi surpreendido. Ele alega que a prefeitura está sendo cobrada agora pelo que deixou de recolher ao INSS. A dívida já passa de R$ 4,5 milhões. Por enquanto o pagamento não foi feito, já que o caso espera uma decisão da Justiça. “E isso corrigido e atualizado vai fazer um total de R$ 8 a R$ 10 milhões, é um valor muito significativo para nós, tendo em conta que o nosso orçamento gira em torno de R$ 22 milhões anuais”, afirma o prefeito Elson Banuth Barreto.
(G1)
Reações: