23 junho 2017

ACORDO: Cunha escreveu à mão as condições da própria delação

O ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso desde outubro do ano passado em Curitiba, está há mais de um mês escrevendo à mão as condições da sua própria proposta de delação que negocia com o Ministério Público no âmbito da Lava Jato. De acordo com a Folha de S. Paulo, á três semanas o advogado Délio Lins e Silva, recém contratado por Cunha, teve um encontro com um assessor de confiança do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em Brasília. Forneceu uma amostra do que o ex-deputado pode revelar. Na segunda semana de maio, Cunha passou a colocar no papel as histórias que quer contar aos procuradores. O ex-presidente da Câmara usa uma caneta esferográfica comum e folhas em branco soltas.
Reações:
    

0 comments:

Postar um comentário