23 maio 2017

TERROR NO REINO UNIDO: 22 mortos e 59 feridos após ataque suicida em show de Adriana Grande

Um homem bomba teria sido o responsável pela morte de 22 pessoas e pelos 59 feridos após uma explosão do lado de fora do show da cantora Ariana Grande, no Reino Unido, informou a polícia de Manchester na madrugada desta terça-feira (23). Segundo testemunhas, os dois estrondos foram ouvidos às 22h35 (18h35 em Brasília) quando a estrela terminava sua apresentação na Manchester Arena para 20 mil espectadores, em sua maioria crianças e adolescentes. Ainda não há informações sobre quem seriam as vítimas. A cantora conseguiu se salvar. O Universal Media Group, dono da gravadora de Ariana Grande, disse que está "profundamente entristecido" com a tragédia. A administração do espaço disse que a explosão foi do lado de fora. Vídeos nas redes sociais mostram o desespero dos espectadores deixando o ginásio às pressas e a chegada de policiais e ambulâncias ao local. Em um deles, adolescentes gritam enquanto correm em meio a balões cor-de-rosa. "As luzes já estavam acesas então sabíamos que aquilo não era parte do show", afirmou Erin McDougle, 20, ao jornal "The Guardian".
Reações: