12 maio 2017

PEDERNEIRAS: Forte chuva leva a decretação de situação de emergência

O prefeito de Pederneiras, Vicente Minguili, decretou na quarta-feira (10) situação de emergência pública nas áreas do município afetadas pela forte chuva da última sexta-feira (5). De acordo com levantamento feito pelo Executivo, os prejuízos chegam a quase R$ 2 milhões. Dados da Defesa Civil de Pederneiras apontam que, em apenas 40 minutos, choveu 120 milímetros. Para se ter ideia da intensidade da chuva, a média esperada para todo o mês de maio era de 50 milímetros, ou seja, em menos de uma hora, choveu mais que o dobro do que esperado para o mês inteiro. Segundo o coordenador da Defesa Civil, Silvio Aparecido Bueno, ao decretar a situação emergência, o município reconhece que não tem condições de arcar com os prejuízos e retornar à normalidade após o desastre sem ajuda externa. O decreto precisa ser homologado pelo Estado para que a emergência seja reconhecida. Na sequência, toda a documentação segue para a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil em Brasília para que a União também reconheça a situação. Em razão da chuva, o córrego Monjolo, na região central da cidade, transbordou, assim como o córrego da Aguinha. A região próxima à Rodoviária e a estrada municipal PDN-444, em Guaianás, também foram afetadas pela enxurrada causada pelo temporal. Além disso, 42 casas foram danificadas e 12 pessoas ficaram desalojadas. Segundo a Defesa Civil, obras públicas também foram comprometidas. "Dezenas de quilômetros de estradas rurais ficaram impedidos de trânsito, algumas pontes colapsaram, o guarda-corpo de uma das pontes do Monjolo foi destruído e várias regiões da cidade perderam asfalto e calçamento", explica Bueno.
(JCnet)
Reações: