09 maio 2017

ORIENTE MÉDIO: Trump mantém estado de emergência no Iêmen

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, notificou o Congresso dos EUA nesta segunda-feira sobre sua intenção de manter um estado de emergência nacional para o Iêmen emitido por seu antecessor, Barack Obama, em 2012. "As ações e políticas de certos membros do governo do Iêmen e outros continuam a ameaçar a paz, a segurança e a estabilidade, inclusive obstruindo o processo político no Iêmen e a implementação do acordo de 23 de novembro de 2011, entre o governo do Iêmen e aqueles que se opõem a ele, que foi providenciado para uma transição pacífica de poder que vá de encontro às demandas legítimas da população iemenita por mudança", escreveu Trump em carta aos presidentes da Câmara dos Representantes e do Senado. "Por essa razão, eu determinei que é necessário continuar a emergência nacional declarada na Ordem Executiva 13611, com respeito ao Iêmen", disse o presidente norte-americano. O Iêmen está mergulhado em uma guerra civil desde 2015, em conflitos envolvendo tropas ligadas ao presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi, apoiadas por uma coalizão internacional liderada pela Arábia Saudita, e rebeldes houthis apoiados por unidades do exército leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh.
Reações: