02 maio 2017

DESCASO: Serraglio teve 82 encontros com ruralistas e nenhum com índios

Em seus 55 dias de mandato à frente do Ministério da Justiça, órgão a que está subordinada a Fundação Nacional do Índio (Funai), o ministro Osmar Serraglio (PMDB) teve cem audiências com a Frente Parlamentar da Agropecuária e com políticos investigados pela operação Lava Jato. Enquanto isso, não houve nenhum encontro com representantes indígenas. Foram 82 reuniões com ruralistas e 18 com deputados e senadores alvo da força-tarefa. A pasta tem papel decisivo no processo de demarcação de terras, reivindicação que se intensificou no governo de Michel Temer e tem provocado conflitos nas últimas semanas. Na última semana, houve confronto entre indígenas que participavam do Acampamento Terra Livre, em Brasília, e policiais que faziam a segurança o Congresso, durante manifestação que pedia a demarcação de terras. No mesmo dia, de acordo com informações da Folha de S. Paulo, Serraglio recebeu dois ruralistas em seu gabinete, além do ex-presidente Fernando Collor, e ainda foi à Câmara se encontrar com políticos da bancada ruralista. Os indígenas também se recusaram a entregar suas reivindicações ao ministro, ainda na semana passada. "Não vamos sentar nem com Padilha nem com o ministro da Justiça. Eles queriam nos dar cafezinho e água. Não queremos cafezinho, mas sim a demarcação das terras. 
Reações: