18 abril 2017

PROFESSOR ASSEDIA ALUNAS DE 15 E 16 ANOS POR NOTAS: 'Na minha casa ou na sua?'

"Ele pegou no meu braço e disse que eu tinha tirado nota baixa,mas que ele tinha me dado pontos a mais". O relato é parte de depoimentos prestados por duas adolescentes à Polícia Civil de Aparecida de Goiânia, em Goiás, nesta terça-feira (18), contra um professor. As estudantes, de 15 e 16 anos, respectivamente, alegaram ter sido assediadas pelo mestre, que teria pedido favores sexuais em troca de pontos a mais no boletim. Com a aluna de 16 anos, as informações são de que o professor foi direto e, em plena sala de aula, perguntou, ao entregar o boletim a adolescente, se o agradecimento seria consumado na casa dele ou na dela. "Eu voltei para o meu lugar tremendo", contou. A outra aluna assediada, de 15 anos, foi abordada em dezembro do ano passado pela rede social. Ele escreveu que era ela "bonita". "Quando minha amiga me falou o que tinha acontecido, eu falei que ele também já tinha falado essas coisas pra mim, que eu era bonita, que estava pensando bobagens", disse.
Reações: