04 abril 2017

Governo libera empréstimos consignado tendo saldo do FGTS como garantia

Os trabalhadores já podem buscar empréstimos consignado (com desconto em folha de pagamento) e oferecer o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia. O Ministério do Trabalho informou nesta terça-feira (4) que bancos e empresas já podem fechar acordo para oferecer nova linha de crédito. A liberação ocorre após a Caixa Econômica Federal, gestora do FGTS, publicar as regras para o funcionamento dessas operações. O Congresso promulgou no ano passado a lei que permite esse tipo de empréstimo, segundo o texto, o trabalhador do setor privado pode oferecer até 10% do saldo de seu FGTS como garantia em um empréstimo consignado. Além disso, o trabalhador poderá dar como garantia nas operações até 100% do valor da multa paga pelo empregador, em caso de demissão sem justa causa. A regra ainda possibilita que os valores dados como garantia sejam retidos pelo banco no momento em que o trabalhador perde o vínculo com a empresa em que estava quando fez o empréstimo consignado.
Reações: