05 abril 2017

Arqueólogos revelam luta entre ingleses e zumbis na Idade Média

Os residentes das aldeias medievais na Inglaterra danificavam os pés e braços dos falecidos de uma maneira estranha para que estes não pudessem se mover caso, por razões místicas, tornassem-se "mortos vivos", diz-se no artigo publicado pela revista JAS: Reports. "A hipótese de que os restos das pessoas de Wharram Percy foram desmembrados e queimados para impedir sua transformação em zumbis corresponde da melhor forma àquilo que nós descobrimos e que sabemos sobre este local. Se tivermos razão, teremos a primeira evidência arqueológica de que a história medieval britânica teve seu lado tenebroso e a mentalidade e mente das pessoas na época eram completamente diferentes", afirmou Simon Mays, do Instituto de Southampton (Reino Unido), citado pela JAS: Reports. A equipe, chefiada pelo arqueólogo conhecido Alistair Pike da Universidade de Southampton, fez esta descoberta admirável ao efetuar as escavações no território da aldeia abandonada de Wharram Percy, situada no norte da Inglaterra, no condado de Yorkshire.
Reações: