22 fevereiro 2017

Maior produtor do mundo, Brasil terá que importar café

O Brasil, que é o maior produtor do mundo de café, terá que importar o produto por quatro meses devido a uma quebra de safra que prejudicou as plantações nacionais, principalmente as do Espírito Santo. Será a primeira vez que o Brasil comprará uma significativa quantia de café de outros países concorrentes para poder suprir a demanda interna e evitar o aumento do preço e a escassez do produto no mercado. O governo autorizou, por meio de uma instrução normativa publicada no Diário Oficial da União (DOU), a importação por quatro meses do tipo de café robusta, que é mais amargo e mais barato, geralmente usado para a produção de café solúvel. Foi justamente o café robusta o afetado pela estiagem e pela quebra de safra. O outro tipo de café mais nobre, o arábica, não sofreu danos pela falta de água. Nos últimos 12 meses, o preço do café solúvel subiu 14,9%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), analisado pelo IBGE. No café em pó, a alta foi de 20%. A maior parte do café a ser importado deve vir do Vietnã, segundo maior produtor de café, com 26,7 milhões de casas. O Brasil produz 56,1 milhões. O terceiro lugar é ocupado pela Colômbia. 
Reações: