18 fevereiro 2017

ESPÍRITO SANTO: 8 em cada 10 policiais militares ainda estão fora das ruas

O movimento de parentes de policias militares no Espírito Santo, que impede a saída de agentes dos batalhões em todo o Estado, completa duas semanas neste sábado (18). Mesmo após decisão judicial para que a situação fosse normalizada, apenas cerca de um terço dos policiais voltou às ruas. Dos 10.400 PMs do estado, apenas 2.482 atenderam ao Chamado Operacional feito pelo comando geral da corporação. As informações são do portal R7. Parte das mulheres e parentes dos policiais continuam acampadas na porta dos batalhões, bloqueando a saída de viaturas para as ruas. Segundo a Sesp (Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social), o policiamento conta com 337 viaturas neste momento. Ainda de acordo com a reportagem, pelo menos 124 PMs vão responder a PAD-RO (Processos Administrativos Disciplinares de Rito Ordinário). A ação podem levar à demissão de agentes que atuam na corporação a menos de 10 anos. Outros 27 militares vão responder por ações relacionados ao Conselho de Disciplina, medida similar, aplicada aos PMs que trabalham a mais de 10 anos.
Reações: