16 fevereiro 2017

ANGIOLOGIA: Conheça novas técnicas de tratamento de varizes a base de laser

Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) estudos mostram que 38% da população brasileira sofre de varizes. Os maiores fatores de risco são predisposição familiar, pertencer ao sexo feminino (proporção de até 2,3 para 1 homem), ter mais de 40 anos, estar acima do peso, número de gestações e uso de hormônios femininos. As veias ficam mais aparentes porque se dilatam perdendo a capacidade de direcionar o sangue da perna de volta para o coração. A falta de informação influencia na prevenção, diagnóstico e tratamento. Quem sofre com esse incomodo muitas vezes não sabe que já existem procedimentos realizados com o auxílio do laser que permitem o tratamento sem a necessidade de repouso. O Brasil é referência em angiologia e cirurgia vascular, áreas que tratam das varizes, e foi um brasileiro, o Profº Dr. Kasuo Miyake quem desenvolveu a técnica CLaCS, hoje reconhecido mundialmente como um procedimento eficaz e seguro e realizado em todos os continentes. Menos invasiva, a técnica CLaCS combina laser, injeções de glicose e jatos de ar gelado sobre a pele e evita a cirurgia em 86% dos casos.
Reações: